segunda-feira, 20 de abril de 2020

Prefeitura de Paço do Lumiar inicia reforma da feira do Maiobão


A Prefeitura de Paço do Lumiar, deu início na semana passada às obras de reforma da feira do Maiobão, que prevê intervenções na estrutura física, elétrica, hidráulica, sanitária e modernização de toda área. A requalificação do espaço visa garantir melhores condições de trabalho para os feirantes, bem como um ambiente mais agradável aos frequentadores do local.

Segundo a prefeita Paula Azevedo (PcdoB), que visitou a feira na manhã desta segunda-feira,20, essa reforma é esperada pela população desde 2014, quando foi anunciada.

" O Prefeito Dutra tentou retomar a obra em 2017, porém o serviço foi interrompido no mesmo ano e desde então, ficou tudo parado. Essa é uma obra muito esperada pela população. Uma ação que vai beneficiar tanto os trabalhadores quanto o público que frequenta o espaço. Estamos muito felizes em poder proporcionar esse momento de conquista ao povo luminense" disse a prefeita.

De acordo com o projeto, a feira vai contar com 102 boxes, sendo 26 para venda de frangos; 17 para venda de carnes e muídos; 36 para venda de peixes e mariscos; 18 para venda de cereais e 5 para venda de artesanatos. Além de 64 bancas para venda de hortifruti; 9 lanchonetes ou restaurantes; 2 salas para administração e banheiros.

O valor da reforma está orçado em R$ 2.492.612,10, sendo que 31,9% desse valor vem de recursos próprios, ou seja, a prefeitura está investindo R$ 737.612,10 na obra. O restante do montante tem como concedente o Governo Federal por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Para o feirante José Wilson, que trabalha na feira do maiobão há 20 anos, a reforma é um sonho. "Eu nem acredito que estou vendo homens trabalhando aqui, já estava até desacreditado. A feira é importante pra gente, tiramos nosso sustento daqui e lá na rua não temos nenhum conforto e nem nossos clientes" destacou o feirante.

O Secretário Municipal de Paço do Lumiar, informou que a previsão de conclusão da obra é de 6 meses. " Estamos trabalhando em ritmo acelerado, com todos os cuidados necessários por conta do COVID-19. A previsão é que possamos entregar a obra daqui a 6 meses, agora é torcer para que essa pandemia não atrapalhe nossos planos" ressaltou o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário