sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Refaz 2019 facilita o pagamento de dívidas tributárias em Paço do Lumiar


Está em vigor o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Municipal (Refaz) 2019 de Paço do Lumiar. O programa, lançado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), objetiva a regularização de débitos de natureza tributária (IPTU, ISS, Alvará, ITBI e outros) e não tributária, com descontos de 50% até 100% nos juros e multas e facilidade no parcelamento das dívidas.
O programa ficará em vigência até o dia 30 de abril, dando oportunidade aos contribuintes quitarem seus débitos com a Prefeitura. A adesão ao programa pode ser feita na sede da Semfaz, na Avenida 13 do Maiobão, próximo à escola Domingos Vieira Filho, no horário das 8h às 17h. O Refaz 2019 foi regulamentado pelo Decreto Nº 3.296, de 11 de janeiro de 2019.

“Por meio do Refaz, os contribuintes que têm dívidas com o Município podem se regularizar. O programa abrange pessoas físicas e jurídicas, possibilitando ao contribuinte um planejamento financeiro para 2019”, explica o secretário municipal de Fazenda, Flávio Estrela.

Para o prefeito Domingos Dutra (PCdoB), é necessária a implementação de medidas para estimular o pagamento do que é devido aos cofres públicos, especialmente as dívidas de natureza tributária. “Executamos o Refaz no ano passado e houve um bom retorno. Programas dessa natureza, que oferecem descontos e parcelamento, são benéficos tanto para quem deve quanto para o Município, pois facilitam a regularização de forma justa”, afirma o prefeito.

Dependendo da opção escolhida, os descontos de juros e multas podem chegar a 100%. O prefeito Domingos Dutra ressalta que todos os valores arrecadados pela Refaz serão revertidos em benefícios para o município.

PARCELAMENTO E DESCONTOS DO REFAZ 2019

Pagamento à vista – 100%

Pagamento em até 6 x – 90%

Pagamento de 7x a 12x – 80%

Pagamento de 13x a 18x – 70%

Pagamento de 19x a 24x – 60%

Pagamento de 25x a 60x – 50%

MAIS

O programa Refaz foi criado por meio da Lei Municipal nº 723, de 04 de janeiro de 2018, posteriormente regulamentada pelo Decreto nº 3224, de 30 de janeiro de 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário