segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Prefeitura de Paço do Lumiar quer organizar atividade de piscicultura no município


A Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), está buscando organizar a atividade de piscicultura no município. Um grupo de seis piscicultores se reuniu esta semana com o secretário municipal de Agricultura, Raimundo João Filho, o secretário de Meio Ambiente, Renato Gomes, e o chefe de gabinete Marcelo Bezerra, na Prefeitura, na sede de Paço.

Na oportunidade, vários assuntos relacionados à piscicultura no município foram discutidos, ficando definidos o calendário de assistência técnica, a possibilidade de capacitação e o licenciamento ambiental dos empreendimentos.

“Toda terça-feira dois engenheiros de pesca da Semapa visitarão os piscicultores para orientá-los sobre as melhores práticas de criação”, informou o secretário de Agricultura, Raimundo João Filho.
  
Ele também informou que, seguindo a orientação do prefeito Domingos Dutra (PCdoB), será criada a Associação de Piscicultores de Paço do Lumiar, cuja reunião para definir detalhes para a formalização da entidade está marcada para o dia 24 de outubro, próxima quarta-feira. “Vamos buscar trabalhar com associativismo e cooperativismo, o que facilitará chegar à agroindústria, com beneficiamento e filetamento do pescado. Temos a ideia de inseri-los nas feiras livres para a venda da produção”, ressaltou o secretário de Agricultura.

Tilápia, tambaqui e tambacu

Os cerca de 12 piscicultores em atividade em Paço do Lumiar estão instalados por diversos bairros da zona rural do município, principalmente Mercês, Tendal e Iguaíba. Os principais tipos de pescados criados em cativeiro nos tanques são: tilápia, tambaqui e tambacu. Em menor escala já há criações de pirarucu.
  
Todos os piscicultores estão sendo cadastrados pela Semapa, com suas respectivas produções. Também está sendo feito estudo de mercado para o escoamento desse pescado. “Atualmente, esses piscicultores não têm uma regularidade na produção. Estamos mapeando também as dificuldades do setor para poder ajudá-los a melhorar a produtividade e ganhar mercado. Estamos em fase de organização da atividade. Mas posso garantir que é um setor que tem tudo para crescer em Paço do Lumiar”, destacou Raimundo João Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário