terça-feira, 5 de junho de 2018

Realizado fórum para implementar base curricular em escolas de Paço do Lumiar


Aconteceu na tarde de hoje, 04, o Dia D da Base Nacional Comum Curricular no município de Paço do Lumiar. O Fórum de Discussões para Implementação da BNCC foi realizado no IESF, e contou com a presença do prefeito Domingos Dutra (PCdoB), o secretário de Educação, Paulo Roberto, a pedagoga e palestrante do dia, Kenia Machado Maia, o representante da UNDIME MA (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), Antônio José Ribeiro, bem como gestores de educação do município.

O evento tem como objetivo apresentar às redes de ensino o documento BASE que vai nortear os currículos e propostas pedagógicas. Para a palestrante do dia, Kenia Machado, a BNCC chega como uma oportunidade de crescimento: “O documento já foi homologado, agora, todos os profissionais de educação têm a oportunidade de conhecer o documento na íntegra. É importante que trabalhemos em equipe, a fim de discutir sobre a base de forma coletiva, pois precisamos tornar intencionalmente a BASE efetiva no projeto pedagógico e de aula. A base não engessa, mas norteia”, afirmou.

A primeira etapa da BNCC, referente ao ensino infantil e fundamental, foi homologada em dezembro de 2017 e deve entrar em vigor até 2020 em todo o Brasil.  O documento de caráter normativo, determina os conhecimentos essenciais que todos os alunos da Educação Básica têm o direito de aprender. Agora, as redes municipais e estaduais devem começar a implementação do documento, que irá envolver, por exemplo, a revisão dos currículos e a formação continuada dos professores de acordo com o que deve ser aprendido na escola, ano a ano.

Para a secretária adjunta de educação, Elizabeht Gomes, a BNCC é um ponto de partida importante para a proposta curricular do município. É um documento de suma importância para os educadores.
Cézar William é gestor da UEB Prof.ª Nadir Nascimento Moraes, localizada no bairro do Maiobão. Para ele trabalhar a partir da BNCC é de suma importância: “Para nós, educadores, esse documento veio para nortear o que pretendemos ensinar nas escolas. Hoje, Paço do Lumiar dá um salto grande. Nós temos um grupo forte e unido que vai seguir a BASE e trazer para os alunos uma educação de mais qualidade.”, declarou.

O Prefeito Dutra (PCdoB) afirmou que esta iniciativa só tem a contribuir: “Vem favorecer um trabalho mais ético, com boa política, cultura, conhecimento, que são fundamentais, assim como o diálogo e a fraternidade. Os nossos professores e alunos só têm a ganhar. Pois é um passo em prol de uma educação que liberta.

O Fórum, que reuniu mais de 300 educadores, encerrou, mas revelou  um novo começo, de novas possibilidades. Agora é mãos à obra!


Veja os destaques da BNCC do ensino infantil e fundamental
1.   Ensino religioso foi excluído da terceira versão; MEC alega respeitar lei que determina que tema seja optativo e que é competência dos sistemas de ensino estadual e municipal definir regulamentação.
2.   Conteúdo de história passa a ser organizado segundo a cronologia dos fatos
3.   Língua inglesa será o idioma a ser ensinado obrigatoriamente; versão anterior da BNCC deixava escolha da língua a cargo das redes de ensino.
4.   Conceito de gênero não é trabalhado no conteúdo; MEC diz que texto defende "respeito à pluralidade"
5.   Texto aponta 10 competências que os alunos devem desenvolver ao longo desta fase da educação (veja lista abaixo). Uma delas é "utilizar tecnologias digitais de comunicação e informação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética".
6.   Toda criança deve estar plenamente alfabetizada até o fim do segundo ano; na versão anterior, o prazo era até o terceiro ano.
7.   Educação infantil ganha parâmetros de quais são os "direitos de aprendizagem e desenvolvimento" para bebês e crianças com menos de seis anos.
8.   Conteúdo do ensino médio não é alvo do documento; ele será abordado em texto específico aguardado para o segundo semestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário