quinta-feira, 21 de junho de 2018

Dez pessoas são presas pela Polícia Civil do Maranhão suspeitas de fraude em concurso do Tocantins


Uma operação interestadual batizada de Aleteia, foi deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão na manhã desta quinta-feira (21), que resultou na prisão de 10 pessoas suspeitas de terem fraudado o concurso público da Polícia Militar do Estado do Tocantins realizado em março deste ano. A operação foi executada simultaneamente nos estados do Tocantins, Piauí e Maranhão.

No Maranhão, a operação conseguiu prender cerca de dez pessoas nos municípios de São Luís, Santa Inês, Pindaré Mirim e Zé Doca. Foram presos Wylmerson Rubem dos Santos Silva, Maílson de Paiva, Renner Ferreira Moraes Mendes, Luís Fernando Melo Nascimento, Flaviania Silva Furtado, Jhonatan Araújo Cantuário, Fernandes da Silva Souza, Abimael Silva Almeida, Hagaer Silva Lima e Dionantan Soares Belfort.

As autoridades policiais começaram a investigar a fraude no concurso da Polícia Militar do Tocantins depois que um aparelho de celular foi localizado em um banheiro de um dos locais de provas na cidade de Araguaína.

Participaram da ação, equipes da Polícia Civil da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês, da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca e das cidades de Pio XII e Santa Luzia, além do 1º Distrito Policial da capital maranhense. Todos os detidos foram apresentados nas respectivas delegacias e posteriormente encaminhados às unidades prisionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário