terça-feira, 24 de abril de 2018

Produtores de Paço do Lumiar assistem à aula inaugural do negócio certo rural


Cerca de 30 pequenos produtores rurais e agricultores familiares participaram na manhã desta terça-feira, 24, da aula inaugural do programa Negócio Certo Rural. O programa é uma parceria entre o Sebrae, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). A aula foi realizada no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora da Luz, na sede de Paço do Lumiar.

O programa Negócio Certo Rural é um programa gratuito de capacitação em planejamento e administração voltado para pequenos produtores rurais e suas famílias. Com ferramentas simples de gestão eles aprendem a desenvolver e melhor administrar a pequena propriedade rural.

“O programa foi lançado em Paço do Lumiar no mês passado e hoje estamos realizando a aula inaugural. O foco são os pequenos produtores, que aprenderão formas de melhorar seus negócios e também implantar novas atividades”, explicou o secretário municipal de Agricultura, Raimundo João Filho.

Para o pequeno produtor rural José Pereira de Vasconcelos, que tem uma propriedade próximo ao Cururuca, é sempre bom aprender um pouco mais, não só para aumentar o lucro, como também para evitar prejuízos. “Tenho uma pequena granja de frango caipira e também plantações de frutas e legumes. Quero aprender como lucrar com o estrume das galinhas, que é um excelente adubo, e também ter dicas do que mais posso plantar no sítio sem muito risco de prejuízo”, afirmou José Vasconcelos.

Já a pequena produtora Maria José Santana afirmou que cria galinhas caipira e planta hortaliças na região de Iguaíba e estava em busca de orientação para aumentar a produtividade do sítio e o lucro dela. “Às vezes a gente fica tão ocupada com a lida que esquece de botar na ponta do lápis se estamos fazendo a coisa certa. Sempre acho que posso melhorar e aqui vou ter orientação para trabalhar melhor”, ressaltou Maria Santana.

O curso tem 40 horas de treinamento e 6 horas de consultorias nas propriedades. A carga horária será dividida em cinco encontros, com intervalos de uma semana.

As tarefas práticas envolvem a realização do diagnóstico da propriedade, identificação de novas ideias de negócio a partir de sua realidade e das potencialidades da região, além de busca de informações para avaliar e elaborar um plano de negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário