quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Flávio Dino lidera pesquisa com 32% de vantagem em relação a Roseana

Na pesquisa feita com 1.420 eleitores, entre os dias 30 de setembro e 3 de outubro, e divulgada nesta quarta-feira (4) pelo Jornal Pequeno, 60% dos maranhenses optaram pela reeleição de Flávio Dino e 28% votariam na ex-governadora Roseana Sarney.

A pesquisa indica que 7% votariam no senador Roberto Rocha (PSB) e 5% na ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (Podemos).

Manchetômetro

Às vésperas de um ano eleitoral, a movimentação para a disputa se acirra. Roseana encontrou abrigo no governo de Michel Temer. Ela se reuniu no Palácio do Jaburu, neste domingo (1º), com Temer e ministros para tratar da estratégia para tentar aprovar a proposta da reforma da Previdência, encaminhada ao Congresso, que retira direitos e aumenta o tempo de contribuição do trabalhador para se aposentar.

No estado, a batalha tem sido marcada principalmente por meio da mídia. Estudo feito pela comunicação do governo do Maranhão mostra o tratamento que o principal jornal do Maranhão, de propriedade do grupo Mirante, da família Sarney – que também é dona da retransmissora da Globo no estado – dá ao governo maranhense.

No último ano de governo de Roseana, 2014, as capas feitas eram 66% de cobertura favorável à filha de José Sarney, tendo apenas 5% de menções negativas, apesar de ser um ano eleitoral. As demais 29% menções foram neutras – ou seja, nem contra e nem a favor.

Em 2015, a partir do governo Flávio Dino, a situação se inverte. De todas as capas naquele ano, 53% foram negativas ao governo. Apenas 8% foram positivas e 39% neutras. As menções positivas se concentraram nas notícias sobre a Lei Seca.

Os seis primeiros meses deste ano já bateram o maior índice negativo de todo o período analisado: 62%. O positivo cai ainda mais, chegando a 3%. E o neutro fica em 35%.

Aprovação

Apesar disso, os dados da pesquisa feita pelo instituto Exata mostram que a gestão de Flávio Dino, que no último dia 26 de setembro completou mil dias, tem a aprovação do eleitor. Segundo a pesquisa, 61% aprovam a gestão do governador comunista.

Mesmo sob intenso ataque midiático, o governador mantém estável o índice de aprovação junto à população. Em abril desde ano, o índice era de 60%. A oscilação de um ponto está dentro da margem de erro da pesquisa.

Vale destacar que o índice na casa dos 60% de aprovação de um governo estadual, num ano de profunda crise política e econômica, é um fato que reforça a gestão de Flávio Dino, que tem como marca de seu governo os programas e ações em todas as regiões do Maranhão, reduzindo os impactos da crise econômica nacional no estado.

“Temos 500 obras entregues em 1000 dias de governo. Significa dizer que a cada dois dias, nós inauguramos uma obra. E o mais importante: obras em todo o estado. O governo está chegando onde nunca chegou”, enfatizou o governador ao comentar sua gestão.

Na pesquisa, 36% desaprovam o seu governo e 3% não sabem ou não responderam. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais, e o levantamento tem 95% de confiabilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário