quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Edivaldo Holanda diz que engenharia simples resolve os principais problemas de trânsito de São Luís

O deputado Edivaldo Holanda (PTC) afirmou, na sessão desta quinta-feira (21), que projetos simples de engenharia de tráfego resolveram os principais problemas de trânsito de São Luís, administrada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

O parlamentar disse que todas as grandes cidades brasileiras, a exemplo de Brasília, apesar de ser projetada, enfrentam longos engarrafamentos, mas que a capital maranhense encarou os maiores com projetos simples que resolveram os problemas.

"Muitas vezes nós nos esquecemos dos avanços que temos tido nessa questão de mobilidade urbana, sobretudo nos governos anteriores e agora do prefeito Edivaldo Holanda Junior. Quem é que não se lembra do engarrafamento da cabeceira da Barragem do Bacanga? Que inferno! Há algum tempo, tentar sair daqui para o Anjo da Guarda em horários de pico ficava ali retido por duas ou três horas na cabeceira do Bacanga. Hoje você nem lembra mais de como era aquilo antes, porque o trânsito flui normalmente. Foi uma intervenção simples, profundamente inteligente realizada pelo prefeito Edivaldo por meio de um dos maiores técnicos de trânsito que já teve e que há nessa cidade, que é o Dr. Canindé Barros, homem que entende de engenharia de trânsito e que trabalha diuturnamente para fazer o melhor", garantiu.

Edivaldo Holanda citou também o engarrafamento que existiria na cabeça da Ponte Bandeira Tribuna, no Jaracaty, nas proximidades do Shopping São Luís -Curva do 90. De acordo com o parlamentar, são mais de 20 intervenções nesse sentido em pontos críticos da cidade, a exemplo da no Tirirical, fruto da parceria com o governador Flávio Dino (PCdoB). "Ali também era insuportável, mas hoje com a simples mudança da geometria foi resolvido um problema que incomodava toda essa cidade. Agora estão sendo feitas algumas intervenções, dentre elas, a intervenção no retorno do antigo Alfa, na cabeceira da Avenida Lourenço Vieira da Silva, que conduz esta cidade a alguns dos polos mais importantes, que são a Cidade Operária e a Cidade Olímpica, região de quase 70 bairros e que depende muito e principalmente daquele corredor de trânsito", contou.

Ele afirmou que lá a rotatória foi extinta e está sendo feito trabalho de sinalização horizontal, vertical, semafórica e recuperação de vias, para o trânsito fluir através da Avenida Dois, que é uma gigantesca avenida que não tinha praticamente nenhuma utilidade, fluindo por aquela avenida e vai chegar próximo da UEMA.

"Antes que se termine aquele trabalho o trânsito já melhorou. Agora se você chegar à Forquilha, o velho nó desta cidade, a incomodação eterna, a solução veio simples, rápida, com uma parceria irmã, produtiva aplaudida por esta cidade Governo do Estado e Governo Municipal, o governador Flávio Dino, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Quem hoje trafega pela Forquilha sente a mudança radical no trânsito que não só foi solucionado naquele pedaço da nossa cidade. Mas com a influência em cima de mais de cinquenta bairros, drenagem profunda, drenagem artificial, recuperação de avenidas, retornos de quadra, revitalização do asfalto, troca do sistema semafórico, sinalização vertical e horizontal. Um trabalho simples, mas proveitoso", assegurou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário