quinta-feira, 4 de maio de 2017

Justiça feita! Moto club garante no tribunal direito de jogar a final do 2º turno do Maranhense com o Cordino

O Moto Club de São Luís conquista no Tribunal de Justiça Desportiva do Estado, o legítimo direito de jogar a final do segundo turno com uma vitória por 5x3, o tribunal determinou que a Federação Maranhense de Futebol marque o jogo final entre Moto Club e Cordino com pena de multa de 10 mil reais por dia que não for cumprida a determinação.

 Depois de conquistar o direito no campo, o diretor jurídico do Papão do Norte conseguiu fazer um trabalho excelente para que esse direito não fosse usurpado por uma interpretação equivocada do regulamento que já vem desde 2014. O relator Gutember Braga Jr classificou a interpretação como "esdrúxula", já que em 2014 e 2016, os clubes classificados em primeiro lugar com menos pontos que seus adversários do grupo oposto, jogaram com a vantagem. Apenas este ano a interpretação mudou, mas o regulamento permaneceu inalterado.

"O Moto Club recebe com naturalidade o resultado conquistado dentro de campo, ficamos satisfeito com o resultado, pois a justiça foi feita da melhor maneira possível", declarou o advogado Adolfo Testi.

Com esse resultado, o Moto Club joga pela vantagem, pois tem melhor campanha no segundo turno. O jogo terá a primeira partida na cidade Barra do Corda, com a decisão na cidade de São Luís. O Cordino já venceu o primeiro turno, caso o Papão do Norte vença o segundo turno, conquista as vagas da Copa do Brasil e do Nordeste.

A Federação informou que não irá recorrer da decisão, mas o adversário deve recorrer ao STJD. A diretoria está preparada para enfrentar mais essa batalha, seja em qual for a instância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário