sexta-feira, 31 de março de 2017

Prefeitura apresenta avanços do transporte público na Câmara Municipal de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), apresentou, em audiência pública na Câmara Municipal de São Luís nesta sexta-feira (31), os avanços no sistema de transporte público da capital e debateu as concessões de táxis. O secretário municipal de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, ressaltou as ações da pasta e respondeu aos questionamentos dos vereadores e membros das categorias envolvidas.

A audiência foi proposta pelo vereador Marcial Lima (PEN). Representantes das categorias de taxistas e defensores participaram do debate. O secretário municipal de Assuntos Políticos, Jota Pinto, também esteve presente.

Canindé Barros destacou os avanços do transporte público em São Luís na gestão do prefeito Edivaldo. "Já chegaram mais de 180 ônibus e ainda tem mais pra chegar, todos com ar condicionado. Lançamos o aplicativo 'Meu ônibus' que está sendo um sucesso. Vamos lançar agora o wifi, que é outro compromisso do prefeito Edivaldo, levando mais um conforto ao usuário. A frota hoje já está adaptada conforme o que ficou estabelecido no processo de licitação, realizado pelo prefeito Edivaldo, que atende ao projeto de lei proposto pelo vereador Pavão Filho, que diz que 50% de cada consórcio tem que ter ônibus com menos de 12 anos. Nós sempre temos demonstrado aos vereadores toda a mudança do sistema de transporte", pontuou o secretário.

Foi demonstrado aos vereadores o funcionamento do Centro de Controle de Operações (CCO), que funciona dentro da SMTT e acompanha 24 horas, via GPS, o cumprimento das rotas e horários dos coletivos, produzindo prova inequívoca para aplicar sanções às empresas que desrespeitem os contratos.

Também se destacaram na área do trânsito o Cartão Criança, dando dignidade às crianças menores de sete anos que não precisam mais passar por debaixo da catraca no transporte; a renovação da frota, baixando a idade média dos ônibus para 4,2 anos; implantação do wifi ainda este ano; e o processo de licitação do transporte, que permitiu todos estes avanços.
  
TÁXIS

Durante a audiência foram debatidas outras questões como o número de placas para táxis e liberação de outras para táxis-lotação. Desde 2013, a Prefeitura vem ampliando o número de permissão mediante estudos feitos pela SMTT.

O representante dos defensores de táxis, Gerson Sousa, enalteceu o diálogo estabelecido por Prefeitura e Câmara Municipal, que encaminha uma solução para o impasse. "O diálogo é sempre o melhor caminho para resolver as coisas. Vemos toda a melhoria que aconteceu no transporte da cidade e queremos ser incluídos nesta melhoria. Nós fomos capacitados e sonhamos com estas permissões", pontuou.

Ficou definida a formação de uma comissão, na Câmara Municipal, cujos membros ainda serão definidos para rever a legislação e avaliar a viabilidade de aumentar o número de placas de táxis concedidas para que os defensores, que são habilitados e já estão no sistema, possam conquistar seus próprios táxis.

O secretário municipal de Assuntos Políticos, Jota Pinto, destacou a disponibilidade da Prefeitura de São Luís em discutir sempre com a Câmara Municipal todos os assuntos de interesse da sociedade. "Todas as vezes que for necessário um esclarecimento, a Prefeitura estará sempre disponível para prestar esclarecimentos a esta Casa, até pela ótima relação que tem com a Câmara", disse Jota Pinto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário