segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Prefeito Edivaldo faz balanço positivo da gestão em 2015

O prefeito Edivaldo fez um balanço positivo das ações realizadas em 2015 pela Prefeitura de São Luís. Em entrevista concedida ao programa "Manhã da 100", da Rádio Esperança FM, na última quinta-feira (31), Edivaldo pontuou algumas ações de maior relevância executadas em 2015.

"Não podemos avaliar a gestão sem voltar os olhos para o passado e recordar o caos deixado pela administração anterior. Encontramos uma prefeitura arrasada, em condições extremamente difíceis e com uma dívida de R$ 1 bilhão que tivemos que administrar. E foi nesse cenário que assumimos a gestão. Organizamos a casa, realizamos um minucioso e responsável planejamento das ações para, a partir daí, realizamos o que prometemos para a população. E assim está sendo feito", disse Edivaldo.

Durante a entrevista, que durou cerca de 30 minutos, o prefeito destacou as ações mais relevantes nas áreas da Saúde, Infraestrutura, Segurança Alimentar, Assistência Social, Educação, entre outras, executadas em favor da cidade e das pessoas. Entre as ações, ele apontou a construção do novo Hospital da Criança, que vai ter agora quatro andares e ofertar mais 91 leitos, sendo 11 de UTI, além de serviços médicos nunca antes oferecidos na unidade.

Ainda na área da Saúde, Edivaldo destacou a reforma do Hospital da Mulher, que, com a ampliação dos leitos (passou de 24 para 50 leitos) e a oferta de novos serviços médicos, inclusive de neurocirurgia, já realizou mais de 3 mil cirurgias no hospital. Anunciou ainda que a Prefeitura de São Luís vai inaugurar no próximos meses um novo hospital na zona rural da capital, cujas obras estão sendo finalizadas. Segundo o prefeito, a UPA Municipal na zonal rural, que está sendo construída na área do Distrito Industrial, terá 15 leitos e prestará atendimento de urgência e emergência clínica de média complexidade, além de serviço médicos ambulatoriais.

"Isso sem falar no nosso Projeto de Fortalecimento da Atenção Básica, por meio do qual reformamos 24 unidades de saúde em diversos bairros da capital. Uma ação muito importante porque é através destas unidades básicas que promovemos o trabalho de prevenção à saúde da população, ofertando serviços muito relevantes de acompanhamento médico essencial e mais próximo da casa das pessoas", frisou Edivaldo.


PARCERIA

O prefeito Edivaldo considerou a parceria celebrada entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado como um dos pontos altos da gestão e fator crucial para o desenvolvimento de ações conjuntas em favor da capital maranhense. De acordo com o prefeito Edivaldo, por meio da junção de forças entres os dois poderes, foi possível a concretização de grandes projetos, principalmente de mobilidade urbana. Afirmou que alguns projetos já estão em execução e outros estão em planejamento para serem realizados nos próximos meses.

Entre essas ações parceiras, Edivaldo citou os programas 'Mais Asfalto' - que está requalificando cerca de 120 quilômetros de vias urbanas na capital, em 17 bairros - e o Interbairros, que vai implantar 14 novas conexões viárias no trânsito de São Luís. Muitas dessas conexões já estão na fase de conclusão.

"Estamos realizando um dos maiores programas de urbanização da nossa capital, com mais de 330 km de ruas pavimentadas este ano, construção de meio-fio, sarjeta e calçadas, implantação de rede de macrodrenagem e expansão e revitalização da iluminação pública. Parte desses investimentos é fruto da nossa exitosa parceria com o Governo do Estado, por meio dos programas Mais Asfalto e Interbairros", ressaltou Edivaldo.

O prefeito afirmou que, como resultado desses investimentos em urbanização, a Prefeitura de São Luís está entrando com frentes de trabalhos em bairros e localidades historicamente esquecidos pelo poder público e que apresentam demandas reprimidas de décadas. "Só a título de exemplo, o bairro Pontal da Ilha e o Residencial 12 de Outubro, localidades adjacentes ao Conjunto São Raimundo, estão recebendo serviços de pavimentação em todas as suas ruas e avenidas, ação que promove um salto gigantesco na qualidade de vida da comunidade", enfatizou.

EDUCAÇÃO

Na área da Educação, ele destacou a reforma de algumas unidades municipais, a valorização dos professores e a garantia dos direitos instituídos à categoria. Mais de 7500 direitos estatutários foram implantados, configurando o maior programa já desenvolvido na história do Estatuto do Magistério. Em agosto deste ano, a Prefeitura assinou o acordo para a implantação de mais 374 direitos, sendo 37 são gratificações por difícil acesso, 38 progressões verticais e 299 são adicionais por titulação.

Foram concedidas mais de 400 aposentadorias, processos que estavam parados há vários anos. Já o aumento salarial total foi de aproximadamente 30% na gestão. Em parceria com a UEMA foi viabilizado ainda 250 vagas de graduação em Pedagogia, para professores que ainda não possuíam curso superior.

Aos ouvintes da Rádio Esperança FM, Edivaldo anunciou novos projetos em 2016 na área da Educação e, nesse contexto, ratificou seu compromisso de construir as creches municipais. "Tivemos problemas de ordem técnica com a empresa que venceu a licitação para a construção das unidades, mas já estamos sanando esse problema junto ao Ministério da Educação e vamos construir essas creches", garantiu Edivaldo.

BILHETE ÚNICO

Para Edivaldo, a melhoria da mobilidade urbana e do transporte já podem ser sentidas pela população graças a essas intervenções e lembrou que o setor ganhou um incremento a mais: a implantação do Bilhete Único, um compromisso de gestão assumido pelo prefeito com a população da capital e concretizado em dezembro de 2015. O Bilhete Único oferece vantagens aos usuários do transporte público, como economia de tempo e mais opções para realizar a integração, que agora passa a ser feita em qualquer ponto de ônibus.

Indagado pela radialista Elci Silva sobre o Veículo Leve sobre Trilho (VLT), adquirido pela gestão anterior, Edivaldo foi enfático. "O VLT foi uma irresponsabilidade da administração passada, que acabou gerando um monstro para o município. Foi uma ação eleitoreira, realizada sem qualquer projeto e totalmente inviável economicamente, tendo em vista a incapacidade financeira do município para executar uma obra desta - orçada em R$ 300 milhões - sozinho. Apresentamos o projeto ao Governo Federal e estamos aguardando retorno", disse o prefeito.
  
MOBILIDADE

Ainda sobre mobilidade urbana, Edivaldo destacou que a Prefeitura de São Luís tem um grande projeto na área, que já foi apresentado e selecionado pelo Governo Federal. Trata-se do Corredor de Transportes Urbanos da Capital, que abrange uma extensão de 15,13 km do bairro São Francisco à Cohab. "O projeto vai aprimorar o sistema viário da capital e melhorar significativamente a mobilidade urbana", frisou Edivaldo.

Os recursos para investimento na obra do Corredor de Transporte Urbano são da ordem de R$ 480 milhões e foram assegurados pelo prefeito Edivaldo em reunião com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília, no ano de 2014.

O prefeito Edivaldo agradeceu o apoio recebido pela população aonde quer que vá, seja vistoriando serviços públicos, inaugurando obras ou mesmo em conversas informais com os moradores. Ele garantiu que 2016 será um ano muito produtivo em favor da cidade e da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário