terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Paço do Lumiar: Excedentes lutam por seus direitos em frente à secretaria de educação mas são “Privados” e prometem manter o movimento

Infelizmente mais uma vez tudo se confirmou, pois os excedentes que tinham hora marcada com a secretária de educação no município na primeira tentativa não foram recebidos, entretanto, ao receber os excedentes e tentar remarcar outra vez, a secretária que “priva dos” luminenses uma boa educação, recebeu uma triste surpresa; os excedentes estavam organizados e promoveram a interdição parcial da Av. 13 do Maiobão com um apitaço, foi um rebuliço tal feito, pois em menos de 20 minutos a secretária mandou chamar uma comissão de 4 pessoas para conversar, no entanto, O JORNALISTA KIM LOPES, que foi convidado a participar da comissão e intermediar a conversa entre o órgão e os concursados, não foi aceito pela secretária, pois a mesma disse que não queria imprensa, “PRIVANDO” um convite dos concursados e deixando uma sociedade “PRIVADA” do poder da imprensa, cerceando e “privando” o jornalista em sua função social.

Infelizmente a conversa aconteceu e não avançou “PRIVADA OU PRIVADO”, não assumiu mais uma vez o papel de gestora e enrolou os excedente mais uma vez.

Felizmente os excedentes decidiram logo após, manter o movimento mais aceso e em breve irão panfletar nas ruas avenidas e feiras do Município, prometendo continuar a luta em busca de direitos “PRIVADOS”, a ainda comemoraram um ano de luta após a realização do concurso com bolo e refrigerante além da participação dos estudantes que estavam na área do viva Maiobão mesmo vestidos de preto em luto a “privação” de direitos; o prefeito que visa a reeleição que abra  olho, pois propaganda negativa é o que menos ele irá gostar neste ano eleitoral.

Entretanto, parece que nem tudo está perdido, pois, graças ao Ministério Público em especial  a DRª. Gabriela Brandão Tavernard, que no dia 9 de dezembro ajuizou ação cautelar incidental com Liminar contra o prefeito requerendo exoneração dos contratados de forma irregular e também graças ao Juiz Dr. Gilmar de Jesus Everton Vale, que acatou o pedido do MP e intimou a prefeitura no prazo de 72 hs, com ou sem resposta para apresentação da defesa.

Por isso lhes antecipo, fiquem espertos, pois se a justiça determinar o prefeito ainda vai querer dar uma de bonzinho.

ABRAM O OLHO!!!!!!!

Escrito por: Sebastião Cavalcante
Edição e postagem: Paulo Filho


Nenhum comentário:

Postar um comentário