domingo, 29 de novembro de 2015

Comunidades de Paço do Lumiar manifestam sua indignação contra os abusos praticados pela Odebrecht

Na manhã desta sexta-feira, 27/11 aconteceu um ato de lideranças de Paço do Lumiar, na Avenida 09 do conjunto Maiobão, no qual usuários dos serviços de água e esgoto do município insatisfeitos com a prestação dos serviços fecharam a sede da Odebrecht Ambiental como advertência pelos abusos cometidos por essa empresa contra o povo Luminense.

No ato foram ouvidas as reclamações dos moradores, onde a maior parte foi pelos preços abusivos cobrados pela empresa às comunidades carentes, cuja conta de água ultrapassava até mesmo a renda mensal das famílias, a exemplo de moradores que outrora pagavam 45,00 reais e hoje chegam contas de até 800,00 reais caracterizando um abuso total.

Segundo o relato da moradora do conjunto Novo Horizonte 01 ao blog do Paulo Filho, Dona Maria Felix Silva, um absurdo aconteceu na sua residência, onde a mesma afirmou ter sido destratada por funcionários da empresa Odebrecht Ambiental e que uma funcionária falou a ela “se quiser ter água em casa vai ter que pagar” não respeitando sua idade acima de 60 anos, a mesma mostrou uma conta no valor de 120,00 onde afirma não ter como pagar.

Para finalizar, várias lideranças manifestaram indignação com a vinda da empresa por meio do aval de 14 dos 15 vereadores para a instalação da mesma no município.  O ex-deputado Domingos Dutra em seu discurso disse que ela é uma praga e não vai medir esforços, se a mesma não se adequar com a realidade em que vive a população, para exigir a quebra do contrato.

Veja abaixo o vídeo na integra do discurso de Domingos Dutra. 
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário