segunda-feira, 8 de junho de 2015

Morre uma das meninas vítimas de estupro coletivo em Castelo do Piauí

Morreu na noite deste domingo uma das quatro adolescentes estupradas e mutiladas por cinco criminosos (quatro deles menores de idade) em Castelo do Piauí (PI) - o crime ocorreu no último dia 27 de maio e chocou a cidade. Daniele Rodrigues, de 17 anos, ainda foi empurrada de cima de um morro com cerca de 7 metros de altura. A garota teve esmagamento da face, lesões no pescoço e no tórax, a jovem faleceu às 17h30 após passar onze dias internada em estado grave no Hospital de Urgência de Teresina Dr. Zenon Rocha (HUT).

Daniele passou por três cirurgias (uma delas para reconstrução da face), mas não resistiu. Ela teve hemorragia e perdeu muito sangue. Desde sábado, os médicos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde ela estava internada em estado grave, aguardavam para realizar exames que poderiam confirmar a suspeita de morte cerebral, uma vez que a jovem não reagiu aos estímulos depois de ter a sedação retirada.

As outras três vítimas permanecem internadas em hospitais de Teresina, mas estão conscientes. Os cinco suspeitos do estupro foram detidos pela Polícia Civil. Os quatro menores estão internados em uma unidade para jovens infratores, enquanto Adão José de Sousa, de 40 anos, acusado de liderar o estupro, está preso provisoriamente em outra penitenciária.

Mais de 3 mil pessoas acompanharam o cortejo fúnebre que conduziu o corpo da adolescente Danielly Rodrigues Feitosa, de 17 anos, até o  Cemitério Santo Expedito, no bairro Piçarra, em Castelo do Piauí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário